IPP da show no Parajaps e ajuda Curitiba a conquistar o Octa campeonato

A participação dos atletas do IPP foi fundamental para o título da capital paranaense

Por Henry Baptista Xavier

O IPP Brasil (Instituto de Promoção do Paradesporto) deu um show na oitava edição do Parajaps. A competição foi realizada na cidade de Londrina,com a participação de mais de 1.100 atletas e 50 municípios. O evento encerrou no último dia 23 de junho, com a vitória de Curitiba com 165 pontos, oito a mais que Maringá, que encerrou a competição com 157. Cascavel terminou em terceiro e a cidadã anfitriã, na quarta colocação com 98 e 96 pontos respectivamente.

O título da capital veio no último dia de competição, com a vitória sobre Pinhais no Vôlei sentado, por 3 sets a zero. Para Alessandra Oliveira, treinadora de Curitiba e do IPP Brasil, que cedeu os atletas para a competição, apontou que 2019 foi melhor que o ano passado para a equipe de Curitiba. “Esse ano foi muito melhor, tanto na parte física quanto na técnica,pois tínhamos todos os atletas a disposição. Teremos vários campeonatos para disputar e estamos atingindo nossa meta com o título no Parajaps. Agora vamos aguardar as outras competições para continuar buscando os títulos”, comenta.

O atletismo foi outra modalidade que o IPP contribuiu muito para Curitiba. Quatro atletas só não fizeram chover nas pistas da UEL (Universidade Estadual de Londrina), conquistando ouro em quase todas as provas que disputaram. Inclusive, com algumas quebras de recorde estaduais das suas modalidades.

Pedro Neves levou o ouro em três modalidades: no salto em distância, no revezamento 4 por 400 metros e no arremesso de peso. Já Paulo Douglas foi ouro no revezamento 4 por 400 metros, lançamento de dardo (com o recorde da prova) e de disco.

Tuany Barbosa, também, fez bonito na competição. A atleta do IPP Brasil foi ouro nos lançamentos de dardo e de disco, sendo a recordista estadual no dardo, além de ouro no arremesso de peso. Fechando a brilhante participação do time nas pistas, Emanoel Victor foi ouro no revezamento 4 por 400 metros, ouro no arremesso de peso e prata no lançamento de disco.

Para o coordenador do IPP Brasil, Walcir Brito, que foi como técnico de Curitiba para o Parajaps, foi mais uma competição muito importante para a preparação dos atletas. “Como técnico foi uma experiência incrível, onde pude conviver e dar assistência para todas as deficiências. Já que no IPP Brasil, ainda não temos pessoas com deficiência visual, por exemplo. Profissionalmente pra mim essa competição foi especial.”

Os atletas seguem suas preparações para a sequência de 2019, tanto no Vôlei Sentado, como no atletismo, onde há grande possibilidade de vários atletas estarem representando o Brasil, nos jogos Parapanamericanos que acontecerão em Lima, no Peru, ainda nesse ano.

Share Button
Empresas Parceiras
Unilehu